Atenção
Este site utiliza cookies. Ao usar este site está a consentir a utilização. Saber mais
 
  PT | EN

Foi num ambiente de grande cordialidade e união entre os presentes que a Cooprofar celebrou, no passado dia 23, o 40º aniversário da empresa. O sucesso do evento ficou evidenciado pela proximidade e unanimidade entre membros da direção, clientes associados e colaboradores. No âmbito das ações de comemoração dos 40 anos, o evento principiou com a inauguração de um mural alusivo à «Essência Cooprofar» da autoria de José Emídio, artista plástico conceituado da Cooperativa Árvore, que explicou a inspiração para a obra formada por um total de 850 azulejos, enquadrando-a na atividade e ADN da Cooprofar. Seguiu-se a homenagem póstuma àquele que foi uma figura ímpar e incontornável no percurso da Cooprofar – Dr. Américo José Tavares da Silveira – e que assumiu os destinos da Cooprofar como Presidente da Direção, ao longo de mais de 30 anos, tendo sido pioneiro na evolução de um modelo cooperativo para um grupo empresarial reconhecido pelo setor.

O lançamento da nova edição do livro "Gemba kaizen", popularizado como a "bíblia da produtividade", em que ao conceito de "kaizen" se junta o de "gemba", o local onde se define o processo de criação de valor - e no qual se estreiam cinco casos portugueses entre vinte "case studies" mundiais de produtividade - foi o pretexto para o regresso do guru japonês a Portugal. Consultor de várias empresas em todo o mundo, Masaaki Imai, conhecido também como o "pai do kaizen", tenta assim responder a questões aparentemente tão simples como descobrir o que é preciso mudar no dia-a-dia de uma empresa para a tornar mais produtiva ou como se podem motivar os colaboradores. As cinco empresas Portuguesas que já aplicaram o método “kaizen” são: no retalho, a Sonae MC; no automóvel, a Caetano Bus; na maquinaria, a Bosch; na saúde, o Centro Hospitalar do Porto; e no setor farmacêutico, a Medlog.

[Fonte: Diário Económico]

A Cooprofar lança uma campanha nacional de sensibilização e alerta para os sintomas e cuidados necessários nos casos de infeções respiratorias nas crianças.
A partir de 11 de janeiro, a iniciativa vai estar em 1.500 farmácias para informar pais e educadores também acerca da prevenção da adoção de uma alimentação saudável, com reforço da vitamina C, da prática de exercício físico e de gestos do quotidiano, como uma boa higiene nasal, lavar as mãos várias vezes por dia e deitar os lenços de papel usados no lixo, explica uma informação da Cooprofar. Com o título "Mãe, hoje não posso ir à escola", a campanha, a decorrer durante dois meses, chama a atenção para uma situação, "muitas, obriga pais e crianças a permanecer em casa e que, de acordo com os especialistas, é responsável por causar um sofrimento acrescido nas crianças"