Atenção
Este site utiliza cookies. Ao usar este site está a consentir a utilização. Saber mais
 
  PT | EN

Foi num ambiente de grande cordialidade e união entre os presentes que a Cooprofar celebrou, no passado dia 23, o 40º aniversário da empresa. O sucesso do evento ficou evidenciado pela proximidade e unanimidade entre membros da direção, clientes associados e colaboradores. No âmbito das ações de comemoração dos 40 anos, o evento principiou com a inauguração de um mural alusivo à «Essência Cooprofar» da autoria de José Emídio, artista plástico conceituado da Cooperativa Árvore, que explicou a inspiração para a obra formada por um total de 850 azulejos, enquadrando-a na atividade e ADN da Cooprofar. Seguiu-se a homenagem póstuma àquele que foi uma figura ímpar e incontornável no percurso da Cooprofar – Dr. Américo José Tavares da Silveira – e que assumiu os destinos da Cooprofar como Presidente da Direção, ao longo de mais de 30 anos, tendo sido pioneiro na evolução de um modelo cooperativo para um grupo empresarial reconhecido pelo setor.

A partir de hoje todas as farmácias e revendedores “online” a operar legalmente na União Europeia devem utilizar um logótipo comum a atestar a autenticidade e segurança dos medicamentos vendidos na internet. Esta disposição que entra agora em vigor está prevista num regulamento adotado há cerca de um ano pela Comissão Europeia, no quadro da legislação comunitária contra medicamentos falsificados, recorda hoje o executivo comunitário. O executivo comunitário explica hoje que um cidadão que pretenda comprar medicamentos na internet deve procurar o logótipo, e, clicando sobre o mesmo, é dirigido à pagina de internet da autoridade nacional de regulação, que fornece uma lista de todas as farmácias e retalhistas legais de medicamentos no Estado-membro em questão. A Comissão Europeia recorda que geralmente os medicamentos falsificados são não só ineficazes, como podem ser nocivos e até mesmo mortais. [Fonte: Lusa]

Fiel ao princípio de proximidade que marca a sua atividade com as Farmácias ao longo de 40 anos, e partilhando as motivações e preocupações com que na atualidade o setor enfrenta,  a Cooprofar lançou uma campanha com o objetivo de combater um dos maiores flagelos de saúde pública da sociedade global, a venda de medicamentos ilegais. Com o lema “A compra de medicamentos online pode matar. Quer arriscar?”, esta campanha pretende alertar as pessoas para os elevados perigos para a saúde individual e coletiva, associados a estes medicamentos, e incentivar a compra de medicamentos nas farmácias. A campanha dá um enfoque à venda de medicamentos pela internet, uma vez que esta representa atualmente um veículo facilitador de comércio à escala global, mas que muitas vezes apresenta dificuldades ao nível do controlo por parte das autoridades, não oferecendo garantias de qualidade ou segurança a quem os consome, pelo que a consciencialização das pessoas é muito importante.